Resumo sobre o Feudalismo

21/04/2011 17:06

 

Resumo sobre o que é feudalismo

 

 

            O Feudalismo é um assunto muito interessante e importantes da história do nosso planeta, apesar de ter acontecido somente na Europa, os feitos realizados naquela época são lembrados até hoje, e certas reflexões daquele tempo são consequências que vivemos até hoje, e muita da atualidade tem ligação direta ou indireta com o passado.

            Fato acontecido na Idade Média o feudalismo teve origem com o fim do Império Romano, que resultou em brigas e guerras que se espalharam por toda a Europa e obrigou os europeus a tomarem medidas de seguranças drásticas, a única alternativa de proteção era a de se esconder dentro das próprias propriedades, muitas vezes doadas devido a um status familiar herdado. Porém quem não tinha dinheiro ou herança de parte alguma tinha medo e precisava se proteger de alguma forma o que restou aos pobres camponeses da época era prestar serviços em troca de moradia e alimentação, aos poucos todos começaram a dotar essa forma de vida e assim estava pronto o feudalismo.

            Este modo de organização de social e política tomou conta de toda a Europa e em pouco tempo já tinha suas principais características bem destacadas, entre elas: Sociedade Estatal, poder econômico centralizado, economia estritamente agrícola, poder político centralizado e uso de trabalho servo. A Sociedade Estatal se dava pelo fato de que ao contrário do que vivemos hoje, na época do feudalismo ninguém mudava de posição social, ou seja, quem nascia pobre morria pobre, quem nascia rico morria rico, não existia união estável das duas partes perante a sociedade. O poder econômico era centralizado nas mãos de quem detinha o poder, ou seja, nas mãos dos donos de terra e propriedades. A economia agrícola se desenvolvia dentro dos feudos, era uma economia sustentável onde só se produzia o que se consumia, o poder político era centralizado nas mãos da Igreja, que teve atuação fundamental nessa época, pois eles é quem ditavam as regras para a sociedade não pagavam os impostos cobrados pelos senhores feudais e ainda cobravam dízimo para se manter, veio daí a grande riqueza que a igreja católica tem hoje.

            A sociedade era basicamente dividida em quatro classes, como em uma pirâmide, a base dessa pirâmide eram os camponeses pobres que serviam aos donos de terras, pouco acima ficavam os vassalos, algo como soldados que ofereciam proteção e fidelidade aos senhores feudais em troca de pequenas porções de terras, centralizado nesta pirâmide encontravam-se a nobreza, os senhores do feudo, ou senhores feudais que eram os donos de terras que possuíam o mesmo poder – ou mais – o rei, este poder era hereditário passava de pai para filho, e encabeçando essa pirâmide vinham os chefões do sistema feudal, o Clero, ou seja, a igreja, os padre, bispos e afins.

           O fim do Feudalismo se deu justamente como começou, com as guerras, os guerrilheiros necessitavam de comida armas e armaduras novas e com a crise feudal muitos senhores tiveram de mandar seus servos embora de suas terras – devido ao crescimento demográfico exacerbado – estes camponeses desabrigados passaram a viver ao redor dos feudos e surgia então a periferia, onde estas pessoas trocavam serviços com os soldados da guerra em troca de dinheiro, eis que surgem os burgueses e brevemente viria surgir o Capitalismo, regime econômico em que vivemos atualmente.

 

 

retirado do site: http://www.blogers.com.br/resumo-sobre-o-que-e-feudalismo/